Pubicado em: sex, nov 3rd, 2017

COI lança kit de proteção a atletas contra assédio e abuso sexual

Entidade apresentou manual na manhã desta sexta-feira, em Praga

COI lança guia de proteção a atletas olímpicos Shaun Botterill/Getty Images

O COI (Comitê Olímpico Internacional) deu um passo importante para a proteção de atletas olímpicos contra o assédio e o abuso sexual. Nesta sexta-feira (3), a entidade lançou um kit de ferramentas para auxiliar IFs (Federações Esportivas Internacionais, na sigla em inglês) e NOCs (Comitês Nacionais Olímpicos, também na sigla em inglês) no desenvolvimento e implementação de políticas de auxílio a esportistas.

“As vozes e preocupações dos atletas ressoam em mim”, disse o presidente do COI, Thomas Bach. “Nós louvamos a coragem dos esportistas para falar sobre incidentes de assédio e abuso, e nós os apoiamos em suas ações. A segurança e o bem-estar dos atletas são fundamentais para o COI e o Movimento Olímpico. É responsabilidade de todos nós manter os atletas seguros e proteger seus direitos. Por meio de um esforço coletivo, fico feliz que possamos lançar hoje este kit de ferramentas para auxiliar organizações esportivas nesta importante área de bem-estar do atleta, reforçando nossa posição contra todas as formas de assédio e abuso no esporte”.

O kit de ferramentas foi apresentado oficialmente no início da Assembléia Geral da Acno (Associação de Comitê Olímpicos Nacionais) em Praga, República Tcheca, e pode ser baixado no próprio site do COI. Quem apresentou o material foi o presidente da entidade ao lado do líder do grupo de trabalho do COI sobre prevenção de assédio e abuso no esportes, o Phas.

“Este conjunto de ferramentas visa fornecer soluções e orientações para organizações esportivas com base em experiências pelas quais muitos atletas passaram”, explicou. “Ao seguir as etapas neste kit de ferramentas, esperamos que todas as organizações esportivas implementem políticas e procedimentos que sejam efetivos e tenham um verdadeiro impacto positivo duradouro no bem-estar do atleta”.

Com base nas orientações existentes e nas declarações de consenso médico, o guia passo a passo enfoca as políticas de defesa específicas da organização e da concorrência. É reforçada com pesquisas-chave, recomendações e estudos de caso em todo o Movimento Olímpico, e oferece uma abordagem baseada em solução.

O conjunto de ferramentas é o mais recente de uma série de iniciativas da Phas, que foram estabelecidas por quatro Comissões do COI em colaboração com NOCs, FIs, parceiros externos como a ONU Mulheres e especialistas em assuntos.

Fonte: esportes.r7.com

Sobre o Autor