Pubicado em: sáb, ago 12th, 2017

Comissão julgadora do Prêmio Fiero Paulo Queiroz de Jornalismo classifica trabalhos

14 trabalhos concorrem ao Prêmio Fiero Paulo Queiroz de Jornalismo instituído pelo Sistema Fiero

Os trabalhos concorrentes ao Primeiro Prêmio Fiero Paulo Queiroz de Jornalismo foram submetidos à Comissão Julgadora, que se reuniu nesta quinta-feira, 10, na sede do Sistema Fiero, para avaliar a pertinência do material inscrito com o que rege o regulamento da competição. Coube à Comissão Julgadora identificar e classificar os vencedores por categoria (telejornalismo – webjornalismo – radiojornalismo e jornalismo impresso) e respectiva colocação.

A comissão contou com a participação de profissionais da área, professores de jornalismo e representantes de entidades ligadas à Federação das Indústria, dentre eles, o presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado de Rondônia (Simmmero) e vice-presidente Desenvolvimento Econômico da Fiero, Adélio Barofaldi; o professor de Jornalismo Uniron, Emanuel Jadir Siqueira; o representante do Sindicato dos Jornalistas, Carlos Henrique Ângelo; o delegado suplente junto a CNI e diretor Financeiro do Sinduscon Porto Velho, Denis Roberto Baú; o presidente Sindicato das Indústrias Madeireiras de Rolim de Moura (Simaron) e vice-Presidente de Assuntos Tributários da Fiero, Edmilson Matos Candido; a coordenadora Curso de Jornalismo da Unir, Maíra Carneiro B. Maia; e a coordenadora do Curso de Propaganda e Marketing da Uniron, Maria Ângela de Lima.

De acordo com a coordenadora de Curso de Jornalismo da Unir, Maíra Carneiro, todo prêmio de jornalismo é importante porque fomenta as duas partes, neste caso, a da indústria e a da produção jornalística. “A partir do momento que os jornalistas começam a enxergar como a possibilidade de classificação, de algo a mais para seu currículo, eles se esforçam mais para produzir um trabalho melhor, mais aprofundado e ao mesmo tempo é importante para o outro lado, pois consegue divulgação com mais qualidade”, comentou.

Na análise do professor de jornalismo da Faculdade Uniron, Emanuel Jadir Siqueira, a instituição do prêmio fomenta a participação da imprensa, principalmente ao abordar temas relevantes que têm a ver com a economia do estado, da produção industrial, temas de interesse público e que tem a ver com a questão do desenvolvimento social, econômico e cultural do estado de Rondônia”, disse.

O prêmio busca ampliar as inciativas daqueles profissionais em busca de levar à sociedade, por meio de reportagens, os efeitos benéficos envolvendo melhoria de infraestrutura, educação, saúde, educação básica e profissional, meio ambiente, sustentabilidade. A afirmação é do ex-presidente da Fiero, Denis Baú. “São ações desenvolvidas por instituições e empreendedores no estado, mas a população desconhece, pois falta divulgação à sociedade. A Fiero está de parabéns por esta importante iniciativa”, finalizou Baú.

Os vencedores serão anunciados em 10 de setembro, a premiação total chega a R$ 66 mil e a entrega da premiação será em setembro, data em que se comemora o aniversário de fundação da Federação das Indústrias de Rondônia, durante jantar com jornalistas. A solenidade de premiação está marcada para o dia 19 de setembro.

Os trabalhos selecionados pela Comissão Julgadora nas categorias Jornalismo impresso, radiojornalismo, telejornalismo e webjornalismo receberão a seguinte premiação: 1º lugar, por categoria, prêmio no valor de R$ 7.000,00 (sete mil reais); 2º lugar, por categoria, prêmio no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais); 3º lugar, por categoria, prêmio no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais); 4º lugar, por categoria, prêmio no valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais). O trabalho classificado em 5º lugar receberá menção honrosa, sem premiação em dinheiro.

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero
Carlos Araújo

Sobre o Autor