Pubicado em: seg, out 30th, 2017

Cozinha original do povo indígena Ashaninka é apresentada no Mesa Tendências

Com a música Benke de Milton Nascimento, a chef Mara Alcamim do Universal Diner de Brasília (DF), abriu a apresentação de sua palestra sobre a cozinha original do povo indígena Ashaninka, no congresso Mesa Tendências da Semana Mesa São Paulo, no Memorial da América Latina, na tarde desta sexta-feira, 27.

“Eu acredito: a cultura alimentar do Acre indígena” foi o tema da apresentação. No cenário, um vídeo sobre os Ashaninka era exibido. Como convidados para mostrar a cultura do seu povo estava a liderança indígena Francisco Piyãko e sua sobrinha Kamoshi com suas vestimentas [túnica] tradicional, a ‘kushma’ (pronuncia-se ‘cusma’). Durante a apresentação, Kamoshi realizou pinturas corporais em pessoas da plateia.

Trajando ‘kusma’, a chef falou de sua experiência com o povo Ashaninka e apresentou um dos pratos da cozinha original indígena, o peixe na taboca com especiarias.

A palestra é parte de um projeto de pesquisa sobre a cultura alimentar dos povos indígenas no Acre, coordenado pela primeira-dama Marlúcia Cândida e integra o programa de gastronomia de baixo carbono do governo do Estado.
Marlúcia Cândida prestigiou a palestra. Ela participa da Semana Mesa São Paulo com agendas de prospecção de negócios para o programa de gastronomia do governo do Estado.

Em sua fala, a primeira-dama fez o convite para a Conferência Katoomba – Meeting XXV Acre Gastronomia de Baixo Carbono, que ocorre em junho de 2018, em Rio Branco.

“Com a conferência o Brasil poderá ter uma porta de entrada da gastronomia de baixo carbono. Iremos celebrar esse momento com uma escola que o governo inaugura no final deste ano como centro de pesquisa disseminador dessa culinária”, disse.

Marlúcia Cândida também contextualizou a política de desenvolvimento sustentável implementada pelo governo do Estado, responsável pela diversificação da economia com distribuição de renda, inclusão social e agregação de valor à produção florestal e agropecuária.

Considerado o maior evento do setor na América Latina, o congresso apresentará até sábado, 28, as principais tendências da gastronomia contemporânea no mundo.

 

Fonte: agencia.ac.gov.br

Sobre o Autor