Pubicado em: qua, set 27th, 2017

Durante feira varejista, empresários agradecem apoio do Governo de MS com medidas fiscais de combate a crise

Entre as ações que ajudaram o empresariado a driblar a crise estão aumento do teto do supersimples, Refis, flexibilização da substituição tributária e incentivos fiscais.

Campo Grande (MS) – Os dirigentes das associações do comércio varejista de alimentos de Mato Grosso do Sul agradeceram o apoio do Governo do Estado no enfrentamento à crise. O reconhecimento foi feito durante o Superamas 2017 – 27º Congresso e Exposição Sul-Mato-Grossense de Produtos e Serviços para Supermercados, Mercearias e Conveniências, na tarde desta terça-feira (26.9). no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo.

O presidente da Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados (AMAS), Edmilson Veratti, falou sobre a melhoria do fluxo de caixa com a flexibilização do ICMS, que desde 1º de julho o empresário tem 15 dias para pagar os tributos. Já o presidente da Federação das Industrias (Fiems), Sérgio Longem, agradeceu a convalidação da Lei de Incentivos fiscais para as indústrias do Estado.

Para o governador Reinaldo Azambuja, o segmento varejista de alimentos tem se fortalecido e avançado com bastante competitividade. Ele falou sobre a consolidação da feira que reúne indústria, distribuidores, consumidores e o avanço que o Estado vem alcançando devido o trabalho realizado pelo empresariado. Também defendeu o avanço equilibrado em todos os setores e disse que esse é o novo desafio para que Mato Grosso do Sul avance em competitividade.

“Não adianta apenas o agronegócio ter explosão de crescimento. Os demais setores também precisam crescer. Recentemente o jornal Valor Econômico fez a previsão que o PIB de Mato Grosso do Sul terá crescimento cinco vezes maior que o PIB nacional. Isso já foi ano passado e vai se repetir. Mesmo em um momento de recessão tivemos a diversificação das atividades, oferecemos oportunidades, incentivos, atendemos pedidos como a ampliação do teto do Simples Nacional, além das leis que vão dar estabilidade aos incentivos fiscais concedidos pelo Governo”, disse o governador.

Reinaldo Azambuja lembrou também do projeto que prevê a concessão de descontos de até 95% nas multas e juros de dívidas contraídas até abril deste ano, de ICMS, IPVA e ITCD, o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis. “Outra importante ação que o Governo traz agora é o Refis, que vai dar oportunidade às pessoas físicas e jurídicas de regularizarem a situação com o fisco para voltarem a ser adimplentes. Também somos o 5º colocado no ranking de competitividade. Esse é o retornou que recebemos de quem acreditou e veio ao Estado para fazer investimentos e para nós é um orgulho muito grande”, agradeceu o governador Reinaldo Azambuja.

Feira

A Feira de Negócios da AMAS está sendo realizada nos dias 26 e 27 de setembro, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande. De acordo com a organização, a expectativa é reunir 2.500 visitantes que terão a oportunidade de adquirir novos conhecimentos, ampliar relacionamentos, refletir sobre as tendências do mercado e especialmente fazer negócios. A novidade desse ano fica por conta da área exclusiva para indústrias.

“Cresce o número de parceiros expositores e de visitantes supermercadistas e de outros segmentos do varejo alimentar ano a ano. É o momento único que temos para tratar de boas práticas, visitar lojas, fornecedores e indústrias, enfim uma ocasião para o aprendizado. O varejo a cada dia está mais inovador e desafiador, se não dedicarmos um tempo da nossa vida ao conhecimento o mercado acaba atropelando o supermercadista”, analisa Sérgio Longen.

Durante dois dias os participantes poderão conferir visitas técnicas, congressos de palestrantes e a feira de negócios. Conforme o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto, a programação tem como objetivo mostrar aos varejistas novidades sobre gestão, tecnologia e o comportamento do consumidor, nos temas pautados para o maior encontro de negócios do varejo de Mato Grosso do Sul.

As atividades não são simultâneas, possibilitando a participação de todos os visitantes. Serão cerca de 500 marcas de produtos, equipamentos e serviços para supermercados. Os expositores, além de apresentar novidades, farão negociações exclusivas no ambiente da feira. Veja mais fotos.

Diana Gaúna – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Chico Ribeiro

Sobre o Autor