Pubicado em: ter, out 3rd, 2017

Polícia Militar inicia último curso de formação para soldados sem graduação superior em Rondônia

Os 300 soldados reforçarão as unidades da Polícia Militar em 2018

O curso de formação de soldado (CFSd) da Polícia Militar de Rondônia, aberto oficialmente nesta segunda-feira (03), é o último em que os candidatos não precisam ter formação superior. Na palestra que fez aos 300 alunos, o governador Confúcio Moura anunciou que convidará o presidente da República Michel Temer para ira a Rio Branco (AC), ainda neste mês, para participar de debate com governadores da região sobre a guarda da fronteira amazônica.

A aula inaugural aconteceu nas dependências da Igreja Nova Aliança, no bairro Jardim Ipanema. Ex-sargento da PM de Goiás, Confúcio disse que ao assumir o governo em 2011, encontrou promoções represadas e salários que precisavam ser melhorados.

O governador lembrou aos alunos que onde estiver um policial lá estará uma autoridade do estado. “O comportamento do policial será o indicativo de que o governo é justo ou não”, acrescentou.

A carreira policial, agora, é mais atrativa e oferece melhores perspectivas. “Muitos conseguiram se formar em outras áreas. Outros, foram promovidos e são oficiais“, citou como exemplo.

Os números dos avanços obtidos pela PM nos últimos sete anos foram anunciados pelo coronel Ênedy Dias, comandante geral da corporação. Ele apresentou números decorrentes das ações promovidas pela pasta e destacou que de janeiro a agosto deste ano foram registradas mais de 3 mil ocorrências a menos que no mesmo período em 2106.

Confúcio Moura: “onde estiver um policial militar, lá estará uma autoridade do estado”

O secretário de Segurança, Defesa e Cidadania, coronel Lioberto Caetano, falou aos alunos sobre a grandeza de firmar compromisso com a segurança da sociedade e da paz social. Ele também apontou os investimentos feitos na instituição em tecnologia, capacitação e aquisição de equipamentos mudaram as perspectivas dos policiais.

Para Caetano, a segurança pública depende muito do policial militar, uma vez que basta a presença física para garantir a paz em determinadas situações. “Além disto”, acrescentou, “cabe a este profissional o primeiro contato com o cidadão que necessita de segurança”.

As iniciativas da secretaria para garantir a segurança da população também foram citadas pelo secretário. Ele apontou o programa Rondônia Mais Segura, que envolve outros entes sociais e citou especificamente a Escola Manaus, localizada no bairro Mato Grosso, que adotou gestão híbrida, envolvendo professores civis e militares.

“Lá”, disse o secretário, “o índice de violência até no entorno da instituição começou a cair”.

PARCERIAS

Sobre o programa Rondônia Mais Segura, o governador explicou que é o reconhecimento de que os órgãos policiais não podem fazer sozinhos a segurança da população. “Polícia só não resolve. São necessárias parcerias”, arrematou.

O governador falou de sua trajetória como policial militar em Goiás. Foi esta carreira, disse, que o fez chegar a ser governador de Rondônia. “Eu sou um produto da Polícia Militar”, concluiu.

O curso de formação de soldados terá 51 disciplinas, 1.608 horas/aula e será concluído no dia 21 de abril de 2018.

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom – Governo de Rondônia

Sobre o Autor