Autoridades políticas e líderes do agronegócio se unem em busca de investimento e melhoria em conectividade

77

            A expressividade da região do Chapadão do Parecis foi destaque durante a solenidade de abertura da 11ª Parecis SuperAgro, na manhã desta terça-feira (10.04), no Parque de Exposições Odenir Ortolan, em Campo Novo do Parecis. Considerada a região brasileira com maior diversidade agrícola, a região é responsável pela produção de 80% do girassol, o que tornou Campo Novo do Parecis reconhecida internacional, lembrou a presidente do Sidnicato Rural de Campo Novo do Parecis, Gioavna Velke, durante a solenidade.

            Além disso, outros 80% do milho pipoca do Brasil sai dessa região que, a partir de agora também começa a investir na produção de grão-de-bico, além de já ser destaque em culturas como cana-de-açúcar, algodão, feijão e arroz. “A nossa região é responsável por contribuir com mais de 13% no Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), cerca de R$ 172 milhões saem daqui. Sozinha, Campo Novo responde por R$ 38 milhões de contribuição com o Fethab. O que revela grandiosidade e a necessidade de atenção maior que temos”, afirmou a presidente do Sindicato.

            “Gostaria de fazer um pedido singelo ao governador: olhe para Campo Novo com um ‘olhar de mãe’, precisamos de atenção, nosso hospital precisa de investimento, é para nossa comunidade governador. Com relação aos gargalos que trouxemos para dentro da feira, hoje vivenciamos esse problema sério que é a falta de conectividade. É um gargalo que impede que esses números citados sejam ainda maiores, pois a agropecuária cada vez mais precisa da tecnologia e da conectividade para dar resultados. Temos tecnologia de ponta nas fazendas, mas não conseguimos usar por falta de conectividade”, disse Velke.

            A feira é uma realização do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), e com o tema central “Revolução Digital no Campo: Como acompanhar essa transformação”, ao longo da programação, está proporcionando discussões para mudar o quadro considerado ruim pelos produtores.

            Durante seu discurso, o governador Pedro Taques afirmou que tem buscado melhorias que impactem no futuro de Mato Grosso, destacando o trabalho como um dos responsáveis pelo desenvolvimento. Taques, ainda parabenizou e agradeceu a todos os representantes das entidades presentes pela contribuição dada ao Estado e pelas conquistas adquiridas ao longo dos anos.

            “Peço desculpa a todos por não ter resolvidos todos os problemas de Mato Grosso nesses três anos e três meses, pois muito ainda precisa ser feito, mas acredito que o trabalho é peça chave para a solução. É uma honra estar presente na abertura desta feira tão importante, que a cada ano apresenta um grande crescimento, mostrando a força e eficácia do setor produtivo. Sem conectividade não se faz desenvolvimento, inovação e conhecimento. Existe um programa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e o Governo do Estado está presente apoiando para fazer essa ligação e, hoje, estamos aqui para fazer essa demonstração”, afirmou o chefe do Executivo Estadual.

            Taques destacou o trabalho da presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Giovana Velke, que está entre as quatro mulheres do Estado à frente de um Sindicato Rural, despontando como liderança empresarial do setor agropecuário.

            Apoiador da Parecis SuperAgro, o prefeito de Campo Novo, Rafael Machado, parabenizou aos pioneiros pela coragem e grande atuação no desenvolvimento do município e também a equipe do Sindicato e seus parceiros pela realização do evento. “Sem dúvidas, vocês contribuem de forma considerável com desenvolvimento de toda região do Parecis”, disse Machado, que levou estudantes das 2ª, 3ª, 4ª e 5ª do Ensino Fundamental da Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida para uma apresentação cantando o Hino Nacional.

            O presidente do Sistema Famato/Senar, Normando Corral, destacou a força da feira de tecnologia e negócios que movimenta o Chapadão do Parecis e atrai produtores de outros estados brasileiros. Neste ano, em que comemora 25 anos de existência e atuação na área educacional no campo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) é co-realizador da SuperAgro.

            “A feira é algo sublime da produção e uma grande oportunidade para multiplicar o conhecimento, não apenas entre o setor agropecuário, mas na sociedade em um todo. As discussões aqui realizadas impactam no cotidiano das pessoas e no futuro do Brasil”, disse o presidente do Sistema.

            Para o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja MT), Antônio Galvan, o trabalho da diretoria do sindicato é exemplar e todo o esforço e dedicação propicia grandes vitrines tecnológicas que passam a ficar à disposição dos produtores.

            “Precisamos levantar a cabeça e fazer Mato Grosso ser grande. Campo Novo do Parecis é um município dentro do estado com um imenso potencial, assim como outros municípios. Espero que o público aproveitem as novidades trazidas nesta edição”, disse Galvan, endossando o discurso de Gioavana Velke sobre a necessidade de avançar na melhoria de conectividade do município.

            Segundo o presidente da Associação Matogrossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Alexandre Schenkel, o evento já está consolidado em Mato Grosso como uma das três principais feiras do Estado. “Essa feira valoriza o agronegócio de forma geral e traz as melhores e mais recentes tendências tecnológicas do mercado. Todos os envolvidos estão de parabéns por todo esse trabalho que resultou nesta grande feira”, disse Schenkel.

            Palestrante do primeiro dia da feira, o diretor-executivo da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, representou a entidade no dispositivo de autoridades e reforçou a importância da inclusão do tema pecuária na SuperAgro.

            “Em nome da Acrimat, agradeço pelo convite e oportunidade de falar de pecuária dentro da Parecis SuperAgro, reforçando o conhecimento da Integração Lavoura-Pecuária (ILP), em uma feira técnica voltada para o produtor rural de Mato Grosso”, disse ele.

            Segundo um levantamento do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), somente o rebanho da Região Oeste, onde Parecis está localizada, está estimado em mais de 4.700.000 de cabeças de gado, considerado um avanço significativo.

            Também participaram da solenidade, o deputado estadual Wagner Ramos, o ex-vice-governador do Estado, Carlos Fávaro, o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro, o prefeito de Diamantino, Eduardo Capistrano, o presidente do Sindicato Rural de Tangará da Serra, Reck Júnior, além de diretores e superintendes de entidades do setor, expositores e demais patrocinadores da feira.

SERVIÇO – A 11ª Parecis SuperAgro – Feira de Tecnologia e Negócios teve início nesta segunda-feira e segue até a quinta-feira (12.04). O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Campo Novo, do Sistema Famato, da Câmara Municipal de Campo Novo, Lindolfo Reinheimer – Fertilizantes Heringer, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Embrapa, Sindicatos do Chapadão do Parecis e Estância Bahia. A SuperAgro tem como patrocinadores Aprosoja, Astér, Baldan, Parecis Máquinas Agrícolas, Sicoob União, Syngenta, Kiko Tecnologia Agrícola.

Acompanhe a SuperAgro também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/parecis.superagro

Instagram: @parecis.superagro

Confira a programação completa:

DIA 10/04

8h às 19h – Visitação à feira

9h – Solenidade de abertura

10h30 às 12h – Painel “Problemas de conectividade na região do Parecis” Apresentação do estudo realizado sobre conectividade

13h45 às 15h30 – Painel “Soluções para a falta de internet na região do Parecis”

15h45 às 17h30 – Fórum de desenvolvimento econômico da região do Parecis

16h30 às 17h30 – Dinâmica de Máquinas

DIA 11/04

8h às 19h – Visitação à feira

8h às 10h30 – Conexão AgriHub

9h45 às 10h45 – Palestra “A Mágica dos resultados” – Palestrante: Eduardo Peres

11h às 12h – Palestra “Sucessão e governança” Palestrante: Fabiana Alves – Diretora do Rural Banking do Rabobank

14h às 15h – Palestra “Intensificação da pecuária de corte” – Palestrante: Marco Antonio Balsalobre – Consultor

14h às 15h30 – Painel “Tenha uma ideia: como começar a empreender no Agro” – Participação das startups que fazem parte do Conexão Agrihub

16h30 às 17h30 – Dinâmica de Máquinas

DIA 12/04

8h às 19h – Visitação à feira

9h às 13h – Fórum Mais Milho

15h às 16h – Palestra de encerramento “A 4ª revolução industrial e a transformação digital” Palestrante: Gil Giardelli

PROGRAMAÇÃO FÓRUM MAIS MILHO

DIA 12/04

9h – Painel de abertura – O Atual Cenário Econômico e Político do País Com Mauro Zanatta, jornalista e comentarista do Canal Rural

10h – Painel 2 – Etanol de Milho: Cenário Político e Demanda – Com Ricardo Tomczyk, presidente-executivo da União Nacional do Etanol de Milho – UNEM

11h – Painel 3 – Etanol de Milho: Uma Oportunidade Regional – Com Glauber Silveira, vice-presidente Associação Brasileira dos Produtores de Milho – Abramilho

 

Assessoria de Comunicação – Pauta Pronta




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *