Baleia diz que, se for eleito, começa a analisar pedidos de impeachment de Bolsonaro na terça (2)

57

Candidato do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, à presidência da Casa, é apoiado por partidos da oposição.

Fonte: Revista Forum

Candidato à presidência da Câmara, o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) afirmou no início da noite desta segunda-feira (1º) que, se for eleito, vai começar a analisar pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já a partir desta terça (2).

Baleia é apoiado pelo atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e por partidos de oposição, como PT, PSB e PDT, PV, PCdoB e Rede. Ele concorre com Arthur Lira (PP-AL), que é declaradamente apoiado por Bolsonaro. O governo prometeu cargos e emendas parlamentares para conseguir votos para seu candidato.

“Eu vejo que nosso adversário começa a se preocupar. Ele viu que cada deputado vai refletir o seu voto. Não é possível uma interferência de tal magnitude, com outro poder querendo interferir na decisão livre e democrática de cada um dos parlamentares”, afirmou ele, segundo a Folha de São Paulo.

“Se Deus me der a oportunidade de ser presidente da Câmara, vamos analisar a partir de terça-feira essas questões [pedidos de impeachment]”, declarou.

Baleia já havia afirmado em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, que, se eleito, faria a análise de tais solicitações. Há, atualmente, 63 pedidos de impeachment de Bolsonaro protocolados na Câmara. Maia não analisou nenhum deles.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *