Economistas e empresários assinam carta contra nomeação de Weintraub no Banco Mundial

95

“Weintraub não possui qualificações éticas, profissionais e morais mínimas”, diz o documento, que cita possíveis “danos irreparáveis” à instituição

Um grupo de economistas, empresários e intelectuais estão assinando um documento para pedir que países integrantes do Banco Mundial não aceitem a indicação de Abraham Weintraub para a instituição. A informação é do jornalista Leonardo Sakamoto.

Weintraub foi indicado para assumir um cargo no Banco Mundial após deixar a chefia do Ministério da Educação. Anúncio foi feito por meio de vídeo, divulgado nesta quinta-feira (18), ao lado do presidente Jair Bolsonaro
No abaixo-assinado, economistas afirmam que Weintraub não possui as qualificações necessárias para ocupar o cargo e alertam sobre “possíveis danos irreparáveis” à instituição.

“Enviamos esta carta para desaconselhar fortemente a indicação do Sr. Weintraub para este importante cargo e informá-lo sobre os possíveis danos irreparáveis que ele causaria à posição do seu país no Banco Mundial. Estamos convencidos de que o Sr. Abraham Weintraub não possui as qualificações éticas, profissionais e morais mínimas para ocupar o assento da 15ª Diretoria Executiva do Banco Mundial”, escrevem.

“Desde que assumiu o cargo, Weintraub sempre respondeu com desprezo, sarcasmo e agressividade a críticas ou mesmo recomendações de cidadãos comuns, jornalistas, legisladores e até juízes da Suprema Corte”, continuam, citando o vídeo da reunião de 22 de abril em que Weintraub chamou ministros do Supremo Tribunal de “vagabundos”.

A carta será enviada aos embaixadores da Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago, responsáveis por aprovar – ou não – a indicação do ex-ministro.

Fonte: Revista Forum




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *