Empregos do futuro: como a tecnologia vai mudar o mercado de trabalho

42

Veja o vídeo na íntegra

Bem me quer; mal me quer. A chegada de novas tecnologias, o amadurecimento da Inteligência Artificial e a crescente busca pela automação prometem transformar o mercado de trabalho em todo o mundo. Se o cenário atual com 13 milhões de desempregados no país é desesperador, é hora de se mexer. Segundo previsões do McKinsey Global Institute, a inteligência artificial ameaça cerca de 70% dos empregos em países em desenvolvimento. Só no Brasil, a automação pode afetar quase 16 milhões de empregos…

Não é novidade que os robôs vão tomar o lugar de muitos seres humanos em diversas tarefas. Aliás, este é um dos principais objetivos da robótica: substituir as pessoas, principalmente em atividades que representam risco à vida ou por serem simples e repetitivas demais e não exigirem a capacidade de um ser humano para ser realizada. A verdade é que quanto mais previsível forem as tarefas relacionadas a um emprego, mais passível de automação ele é…

A tecnologia pode, sim, ser ameaçadora para muita gente. Mas também promete abrir portas para aquele profissional que corre atrás, se atualiza e entende o momento que estamos vivendo…

Uma das conclusões do relatório do MGI indica que, sim, surgirão novas vagas de trabalho. Para quem busca emprego, a previsão é que a demanda por competências tecnológicas cresça muito até 2030; e em todos os níveis de capacitação – da informática básica ao analista de dados. Também se espera uma alta na demanda por capacidades emocionais, criativas e sociais… coisas que as máquinas ainda estão bem longe de alcançar.

O brasileiro, assim como outros povos do mundo, vai sofrer com essa transformação digital. Mas se a gente pensar em uma sociedade capaz de se reinventar e, como diz o ditado, “que não desiste nunca”, os avanços tecnológicos podem ser uma ótima oportunidade de crescimento para o país… a ponto de transformar esse “roubo” de empregos pelas máquinas em combustível para um crescimento intelectual do país sem precedentes.

Foi se o tempo em que a empresa dizia o que cada funcionário deveria aprender. Em uma época de democratização da informação – principalmente através da internet – o processo de aprendizagem está totalmente nas mãos do trabalhador. E isso abre oportunidades incríveis. E ninguém precisa esperar para começar…

A adoção do aprendizado contínuo vai ser essencial ao profissional do futuro. E essa revolução tecnológica é agora; afinal, quantas invenções e serviços digitais já mudaram a vida de tantas pessoas?! Sendo otimistas, além de estar preparados é preciso ver essa evolução como uma oportunidade de valorizar o ser humano; nossa inteligência, criatividade… e não simplesmente olhar para a tecnologia só como uma ameaça aos nossos postos de trabalho. É preciso se desenvolver…e, sim, alguns empregos vão mesmo desaparecer.

Fonte: olhardigital.com.br




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *