Espanha: mais 9.779 novos casos, o pior registro da segunda onda

183

O Ministério da Saúde espanhol reporta, nesta sexta-feira, um acréscimo de 9.779 casos de contágio ao balanço total, um número ainda acima do notificado no dia anterior (9.658), e o pior registro desta segunda onda. Ainda que integrando registros ocorridos nos últimos dias, e não necessariamente nas últimas 24 horas, estes números representam mais 33.850 novos casos de contágio notificados só na última semana.

Destes quase 10 mil novos contágios, 3.829 decorrem de testes feitos nas últimas 24 horas, um número também superior ao da véspera (3.781).

O número total de casos de pessoas com diagnóstico positivo confirmado pelo teste PCR é agora de 439.286 desde o início da pandemia na Espanha, o maior número acumulado de casos na Europa.

As autoridades sanitárias registraram, ainda, a morte de 15 pessoas nas últimas 24 horas, segundo o reportado pelas comunidades. O número de óbitos tem descido desde quarta-feira, mas continua acima dos registros diários apresentados desde o final de maio (majoritariamente abaixo de 10 óbitos por dia). Em termos globais, a Espanha já contabiliza 29.011 mortes desde o início da crise pandêmica.

 

O número de casos de contágio contabilizados são sempre sujeitos a modificação, uma vez que o país atualiza dados de forma retroativa. O número global de infecções diárias (que hoje são 9.779) integra registros ocorridos nos últimos dias, cuja comunicação pelas administrações regionais de saúde é feita em dias não coincidentes.

A Espanha já deu início ao processo de desconfinamento mas, nas últimas semanas, têm surgido vários surtos por todo o país, o que obrigou, em certas regiões específicas, a recuar no alívio de regras e a impor novamente algumas restrições.

 

Por MSN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *