Prefeitos de Rondônia comparecem em massa na XXI Marcha a Brasília

421

Dezenas de prefeitos de Rondônia chegam na capital federal, para participarem da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, realizada pela Confederação Nacional de Municípios – CNM. Coordenados pela Associação Rondoniense de Municípios – AROM, os gestores municipais acompanhados de seus vice-prefeitos, vereadores, secretários e técnicos, marcam presença nestes dias 21 a 24, na maior plenária política da América, com cerca de cinco mil prefeitos de todo o País.

O evento municipalista coloca extensa pauta em debate, reunindo representantes de todas as esferas de governo e dos poderes, para reivindicar melhorias às prefeituras. Entre os temas, a AROM destaca o pedido de destravamento da distribuição dos recursos dos Royalties do petróleo no STF, em que já se acumulou uma perda maior que R$ 200 milhões somente aos municípios de Rondônia. A Marcha também organizou debates com pretensos candidatos a Presidente da República, que devem deixar suas opiniões sobre as realidades locais.

Além de discutirem questões nacionais, os prefeitos rondonienses desenvolverão agendas com a Bancada Federal de Rondônia e Ministérios. O Presidente da AROM, Prefeito Airton Gomes, organizou uma audiência com os gestores, Deputados Federais e Senadores, para tratar acerca das emendas de bancada e individuais. A reunião acontecerá no dia 23 (quarta-feira) e a entidade busca firmar compromisso com os parlamentares para que destinem a emenda coletiva do ano de 2019 integralmente para investimentos nos municípios do interior.

Os gestores rondonienses também serão recebidos pela Presidência do Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN, no dia 24 (quinta-feira). Nessa audiência, a AROM busca um entendimento quanto às exigências de regularidade aos veículos do transporte escolar rural em que as resoluções do órgão determinam a instalação de equipamentos inadequados à realidade do estado de Rondônia. Para discutir o assunto, a caravana de prefeitos leva representantes do DETRAN do estado, que devem reforçar o debate.

Assessoria de Comunicação
Willian Luiz Pereira




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *